Thursday, June 23, 2011

Sexo Anal

Este é talvez o post mais requisitado de sempre. Não se compreende bem porquê, visto que esta prática é das mais triviais. Ainda assim, no início, pode ser bastante complicado para muitas mulheres. Assim, aqui fica a dica do Coach.

O esfíncter anal está directamente relacionado com os nossos medos e a nossa necessidade de controlo. Ajudar uma mulher a libertar-se completamente e a soltar-se (não no sentido ventoso da coisa), é uma arte que será fortemente recompensada se o fizerem bem.

 

Ora bem, pequenitos, o sexo anal têm três princípios fundamentais
  1. Ela tem que querer
  2. Ela tem que querer
  3. Ela tem que querer

Depois de verificarem as condições anteriores, apliquem o seguinte algoritmo:
  1. Lubrificação: farta e abundante
  2. Tempo: muito tempo de sedução, provocação, brincar na zona, beijar, lamber, acariciar com os dedos. Para os leitores atentos deste blog, esta fase já deve estar profundamente integrada nas vossas uniões amorosas.
  3. Estimulação múltipla: Não se foquem apenas no ânus. É uma excelente ideia começar por fazer sexo oral enquanto se enfia suave e lentamente um dedo no ânus da mulher para que ela se vá libertando.

Após esta fase, podem colocar o membro, devidamente lubrificado, na entrada do ânus. Para elas isto pode ser muito assustador. Deixem que sejam elas a mexer-se, respeitem o ritmo delas. Aqui deixem simplesmente o membro ali estacionado. Não se movam, não tentem entrar, não tentem subtilmente escorregar lá para dentro. Todo o movimento terá que partir dela.



O Homem aqui fica simplesmente a tocar e admirar o corpo da mulher, a acariciar-lhe o clítoris, tudo muito suavemente, sem qualquer pressão, sem qualquer pressa, sem qualquer exigência.

Esta entrega para a maioria das mulheres é muito complicada, mas acontece. Talvez não aconteça à primeira, nem à segunda. Há que ser paciente e perseverante. 

Especialmente ao início, é muito bom combinar o sexo anal com estimulação genital directamente no clítoris.
Mais tarde elas conseguirão chegar ao êxtase meramente pela penetração anal.

Este processo pode ser moroso mas quando acontecer, quando ela conseguir relaxar e ser penetrada, o potencial orgástico é tremendo, e, na maioria dos casos, o prazer será muito mais intenso que o obtido com os orgasmos clitorianos, a que elas estão habituadas.

Ide e experimentai, desbravai e enrabai. Amén.


"What's the difference between normal sex and anal sex? Normal sex will make your day, anal sex will make your hole week!!"

3 comments:

  1. Desbravai e enrabai. Lindo. :) Acho que com calma e cumplicidade as coisas só podem terminar bem.

    ReplyDelete
  2. lol, muito bom, mas ´e quase como falar ao diabo da cruz!

    ReplyDelete
  3. S*: é, calma e complicidade são metade do caminho. :)

    Salsa: não é para falar, é para fazer ;)

    Abraço,
    The Love Coach

    ReplyDelete

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...